segunda-feira, 8 de outubro de 2012


3 comentários:

  1. Este pensador, viajeiro entre Sois
    Esta Ave pousada em mil embarcações
    Esbarco que passa sem vela ou remo
    Esta arca repleta de vibrantes emoções

    Esta mestiça flor de açafrão
    Este ramo de espinhos cravados na mão
    Esta alma que não ousa largar opinião
    Este homem vestido de solidão

    Boa semana

    Doce beijo

    ResponderExcluir
  2. Ainda não tinha pensado desse modo :) Beijus,

    ResponderExcluir
  3. oi o seu blog é lindo, to seguindo!
    Passa lá no meu blog também e se gostar, me segue de volta! :)
    bjos

    ResponderExcluir

O sonho de toda palavra é sentir o que tenta explicar.